Viajar barato pela Europa: Londres (parte 1)










Londres é um daqueles destinos que você não pode se contentar em visitar apenas uma vez. Da mesma forma, uma das cidades mais interessantes e plurais do mundo merece, portanto, mais de um post aqui no blog. Apenas um não seria capaz de abarcar tudo que essa incrível e imensa metrópole tem a oferecer!

 

A cidade

Londres é a capital da Inglaterra e uma das maiores cidades da União Europeia. Conta com uma ampla diversidade de povos, culturas e religiões e mais de 300 idiomas são falados em seu território. Por ser cosmopolita, vibrante, moderna e elegante, movimentada, riquíssima em cultura e opções de entretenimento, a sede da monarquia britânica é um dos destinos mais procurados por viajantes do mundo inteiro.

Londres pode assustar pelos preços, todos em libras esterlinas, atualmente mais valorizadas que o euro em relação ao real. Mas é possível desfrutar diversas atrações da cidade sem desembolsar um centavo. Os museus são, por ordem da rainha, gratuitos! Além disso, os parques, pontes, mercados e construções históricas fazem um simples passeio pelas ruas londrinas uma atração por si só.

Talvez um dos únicos pontos negativos da cidade seja o clima: céus azuis são raros e a garoa é constante. No inverno escurece por volta das 16h. Mas as inúmeras atrações da cidade, tanto ao ar livre como em ambientes internos, compensam os dias cinzentos.

 

O que fazer em Londres

The National Gallery

Na Trafalgar Square, praça mais famosa da cidade, há um museu que abriga pinturas famosíssima de artistas como Leonardo da Vinci, Rembrandt, Monet, Van Gogh e Picasso. Como todos os museus da cidade, a entrada é gratuita. O museu fica aberto diariamento a partir das 10h, mas fecha durante o natal e ano novo.

 

West End

Diversas opções de entretenimento estão disponíveis na cidade. Confira uma peça ou musical em cartaz em West End. Durante o dia, procure por agências que oferecem ingressos para eventos que ocorrem na mesma noite: o assento pode não vir a ser dos melhores, mas o preço com certeza será menos salgado.

Hyde Park

5791549608_c12c790fb8_z

Foto: sohvimus

O Hyde Park, junto com o Kensignton Gardens, forma uma das maiores áreas verdes da cidade de Londres. O parque é atravessado pelo lago Serpentine e oferece aluguel de pedalinhos para a água e bicicletas para as ciclovias. Seja para uma caminhada, um descanso em uma tarde de verão ou desfrutar das inúmeras atrações localizadas nos arredores, é uma visita imprescindível.

 

Onde ficar em Londres

inn-2

Foto: Reprodução

A rede St. Christopher’s possui vários estabelecimentos na cidade de Londres e em toda a Grã-Bretanha. Recomendamos o “The Inn”, muito bem localizado perto do rio Tâmisa e da Torre de Londres e muito bem servido de estações de metrô e comércio. A estrutura para um albergue é excelente: lockers gratuitos (traga seu cadeado!), café da manhã e internet wi-fi incluídos. O hostel possui um pub no melhor estilo londrino, com preços abaixo da média dos outros bares. Quartos compartilhados saem a partir de 19 libras por pessoa. Quartos privados são mais caros, mas não passam de 35,50 libras, na baixa temporada.

Para quem quer mais conforto, a rede mundial de hotéis Travelodge possui diários a preços extremamente competitivos na capital inglesa. Há unidades em diversos pontos da cidade, vale uma pesquisada para encontrar aquele que mais se encaixa em seus planos. Dependendo da localização, um quarto duplo sai de 55 a 115 libras o casal. Para uma localização excelente, experimente o Travelodge London Southwark (202 – 206 Union Street). Reservas com antecedência garantem uma taxa de 101 libras pelo quarto duplo. Espere pagar a parte por refeições e amenidades, como internet.

 

Onde comer em Londres

  • Fish and chips

Basicamente peixe com batatas fritas, esse prato é tipicamente londrino. Originalmente servido enrolados em páginas de jornal, é possível encontrá-lo em diferentes versões em restaurante e pubs. Para uma opção do tamanho do bolso, barraquinhas conhecidas como “chippies” vendem o prato para viagem em vários pontos da cidade. Próxima a London Eye, a  Masters Super Fish (191 Waterloo Road, London) oferece sua versão e outros pratos de frutos do mar.

184239379_0d1689e1ed_z

Foto: JonCombe

 O Borough Market é um centro atacadista de distribuição de alimentos. É aberto ao público de quinta a sábado. Além das barraquinhas que oferecem produtos gourmets de altíssima qualidade e preços razoáveis, existem em seu entorno restaurantes, bares e cafés com preços e opções diversas.

Essa cadeia de lojas oferece sanduíches, sopas, wraps e doces deliciosos para um almoço leve ou um lanche rápido, a preços reduzidos. Um sanduíche sai por menos de 3 libras.

Como chegar

Em Londres há 5 aeroportos, mas a maioria dos voos partindo do Brasil chegam em Heathrow, o maior aeroporto da cidade e também um dos maiores do mundo. É o terceiro mais movimentado do mundo, mas o primeiro em número de passageiros internacionais.

Voos diretos saem do Galeão (RJ) e Guarulhos (SP), operados pela TAM e British Airways, mas outras companhias oferecem voos com escalas em cidades europeias como Lisboa (TAP), Frankfurt (Lufthansa) e Madri (Iberia), dentre outras.

 

Saiba mais