Viajar barato para a Europa: Os 10 melhores destinos de verão para viajar nas férias










O verão chegou no hemisfério norte! O calor e as belas paisagens fazem da Europa um destino popular nessa época do ano. Para aqueles que terão a oportunidade de viajar pelo velho continente por agora, o Lonely Planet preparou um ranking com os 10 melhores destinos europeus para curtir o verão 2014 sem sair do orçamento.

* Viajar barato para Europa: Os destinos mais baratos
* Viajar barato para América do Norte
* Viajar barato para América do Sul
10. Toulouse (França)

Toulouse é das mais belas cidades históricas da França, mas ainda é pouco procurada pelos turistas. Isso a transforma em um destino relativamente econômico, principalmente ao compará-la com outras cidades francesas, como Paris e Nice. Destacam-se a arquitetura, os fabulosos museus, as igrejas históricas e, claro, a culinária: Toulouse é o melhor lugar para experimentar a cozinha do sul da França.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/france/toulouse

9. Stavanger (Noruega)
Foto: Anken

Foto: Anken

Stavanger abriga mais de duas dezenas de museus e, segundo alguns, a maior concentração de construções de madeira na Europa. Na cidade, é possível realizar diversos passeios marítimos. No verão, a cidade é um celeiro para a arte de rua: sedia um festival anual que permite que artistas de todo o mundo exponham seus trabalhos em prédios públicos. A cidade também é porta de entrada para Lysefjord, uma atração turística extremamente popular. Diariamente, excursões de navio que percorrem todo o fiorde saem de Stavanger.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/norway/bergen-and-the-western-fjords/stavanger

8. Plzeň (República Checa)

Fundada em 1295, pelo rei Venceslau II, a cidade tem um legado cultural inestimável, tanto que foi eleita a Capital Européia da Cultura para o ano de 2015 (ao lado de Mons, Bélgica). No centro histórico de Plzeň destacam-se a catedral gótica de São Bartolomeu, na Praça da República e a Grande Sinagoga, a segunda maior da Europa, que sobreviveu aos intensos bombardeios sofridos durante a 2ª Guerra Mundial. Além disso, foi na cidade que a cerveja pilsner, apreciada no mundo inteiro, foi criada, em 1842 pela cervejaria Urquell, ainda aberta à visitação.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/czech-republic/bohemia/plzen

7. Ilhas Ocidentais (Escócia)

Formada por mais de uma centena de ilhas no noroeste da Escócia, é um destino ainda pouco popular entre os turistas. As paisagens naturais de tirar o fôlego, que incluem praias de água cristalina e areia branca, algo raro na Europa, se misturam com sítios pré-históricos, castelos antigos e construções de pedra cheias de história.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/scotland/highlands-and-northern-islands/outer-hebrides

6. Sevilha (Espanha)

A capital da Andaluzia, uma das regiões mais fascinantes da Espanha, o que a torna uma alternativa para destinos mais caros e concorridos como Madrid e Barcelona. Ritmo descontraído, arquitetura fascinante, espetáculos de flamenco autênticos, sangria e os melhores bares de tapas da mundo são apenas algumas das razões pelas quais Sevilha seduz visitantes em busca de diversão.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/spain/seville

5. Dinamarca
Foto: frasse21

Foto: frasse21

O verão dinamarquês é uma excelente oportunidade para conhecer a história dos povos vikings! No país, é possível visitar diversos lugares, ruínas e museus que trazem esses povos antigos de volta a vida. No Museu Nacional, em Copenhague, é possível espiar alguns alguns artefatos vikings originais. Em Roskilde, no sudeste do país, é possível conhecer mais mais sobre as viagens e embarcações marítimas da ápoca. Já na Ilha de Funen, local onde nasceu o escritor Hans Christian Andersen, é possível visitar Ribe, a cidade mais antiga da Dinamarca, fundada por volta de 700 como um mercado viking, ou participar do Viking Moot um festival em que todos se vestem como autênticos vikings e buscam recriar os antigos hábitos desse povo.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/denmark

4. Itália
Foto: castgen

Foto: castgen

Diversas experiências são possíveis nesse país cheio de história, cultura, arte, arquitetura, comida e belezas naturais. Cidades famosas como Roma, Veneza e Florença são as preferidas dos turistas, porém qualquer lugar deste destino turístico reverenciado pelo mundo inteiro é capaz de proporcionar férias inesquecíveis. A Itália entrou na lista graças a regiões menos conhecidas e visitadas e, por isso, menos caras. Veneto, Umbria, Puglia, Sardenha e Sicília  oferecem aos visitantes experiências autênticas e inesperadas.

Para saber: http://www.lonelyplanet.com/italy

3. Sudoeste da Inglaterra (Reino Unido)
Foto: David Allan

Foto: David Allan

No sudoeste da Inglaterra, região em que é filmada a série  Downton Abbey, paisagens rurais dramáticas se misturam a paisagens deslumbrantes do litoral, com praias que atraem surfistas. A região é um refúgio popular de férias para inos britânicos, mas ainda pouca explorada pelos turistas do resto do mundo. Além das belas paisagens, é possível comer maravilhosamente bem. É lá que está se consolidando uma das cozinhas mais inovadoras do Reino Unido, baseada em ingredientes produzidos localmente e conduzida por talentosos chefes. Se você está disposto a gastar um pouco mais por uma bela refeição, há na região diversos restaurantes consagrados com estrelas Michelin.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/united-kingdom/england/southwest-england/travel-tips-and-articles/gourmet-tour-of-southwest-england

2. Ljubljana (Eslovênia)
Foto: Andrej Trnkoczy

Foto: Andrej Trnkoczy

Ljubljana pode não ser um nome muito fácil de se pronunciar, mas que vale a pena aprender uma vez que, cada vez mais, ouve-se falar sobre a capital da Eslovênia. A cidade já é considerada uma das mais verdes e interessantes de se viver n​a Europa. Apresenta uma cena cultural vibrante e vida noturna intensa. Esse ano ainda dá mais razões para a cidade, que surgiu ainda durante a dominação romana, se orgulhar: ela comemora seu 2000º aniversário. Diversos eventos estão programadas para acontecer durante todo o ano. O o maior deles, o “Ave, Emona!”, acontece entre 22 e 24 de agosto,  e vai transformar a Praça do Congresso em um autêntica praça do Império Romano.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/europe/travel-tips-and-articles/lonely-planets-best-in-europe-2014

1. Grécia
Foto: Emma_L_M

Foto: Emma_L_M

Para aqueles que pensam que uma viagem para a Grécia está fora de seu orçamento, pode se assustar com a escolha da Grécia como um destino interessante e barato para uma viagem de verão pela Europa. O país lidera a lista do Lonely Planet desse ano, por vários motivos. O países de cultura antiga e das belezas naturais estonteantes proporcionadas pelas praias de mar azul banhadas pelo sol, é muito mais acessível do que muitos pensam. A crise financeira causou a diminuição do número de visitantes e, como resultado, os preços também caíram, em um esforço para atrair de volta os viajantes. Santorini, por exemplo, foi incluída a lista de destinos para mochileiros no European Backpacker Index de 2014. Além dos preços mais em conta, com o turismo ainda em baixa, é possível vivenciar as experiências sem ter que disputar espaço com multidões de turistas.

Para saber mais: http://www.lonelyplanet.com/greece/travel-tips-and-articles/affordable-greece-2

E aí? Concorda com a lista do Lonely Planet? Ou acrescentaria outros lugares?
Aproveite outras dicas sobre a Europa aqui no blog!